Loucuras na Casa de Praia Parte 2

BR

O anunciante não colocou nenhuma foto
1 ano atrás 1619 hits ID #1981

Descrição

Olá, me chamo Leonardo, estou continuando a segunda parte do conto Loucuras na Casa de Praia: Parte 1. No conto anterior, eu contei como o Robério me levou pra sua casa de praia, agora, depois de gozarmos muito na beira da piscina, chegou à noite e eu tive a ótima ideia de ligar pra o amigo dele, Alex, o qual já tinha feito um delicioso boquete. Bom, já de noite, umas 21hs eu tive a ideia de ligar pra ele, informei que estávamos aqui na casa e ele podia vir pra uma festinha no domingo, que estava preparando e era surpresa, ele aceitou alegre e em seguida, partiu pra casa de praia. Enquanto estávamos lá, era a minha vez da diversão, depois do banho, ele se deitou na cama, de quatro, com a bunda pra cima e arregaçando o cu pra mim, me mandou enfiar a língua lá, mas antes, peguei o resto do leite condensado que usamos mais cedo e virei, vendo o liquido denso escorrer em sua bunda e descendo no seu cu, terminando no saco, recém-raspado. Comecei lambendo e beijando a sua bunda e batendo nela, depois, fui ao redor do cuzinho, passando a língua de forma circular, bebendo o leite condensado, sempre que fazia isso ele contraia o cu e gemia, eu continuei, até que ele colocou suas mãos em minha nuca e pressionou de forma que fui obrigado e enfiar a língua, eu o ouvi gemer mais e mais, à medida que ia chupando e ia apertando aquela bunda linda, depois desci ao saco e coloquei todo na boca de uma vez e chupei, eu sugava=os com muito gosto. Meu pau já estava latejando de prazer, quando ele grita “Vai, soca essa rola no meu cu, eu tô com muito tesão no rabo” me levanto, pego o gel e passo no seu cu, deixo-o bem untado e vou direto, sem interrupção, metendo de uma vez no cu dele, ele geme e começou a rebolar, enquanto eu bombava no rabo dele, depois de um tempo, eu paro e mando ele me chupar, ele começa lambendo a cabeça e logo depois desce para o meu saco, onde engole tudo de uma vez como eu fiz e ficou chupando, enquanto me punhetava e chupava minhas bolas, nessa eu não aguentei e gozei ali mesmo, melando da testa dele até o nariz, ele parou de me chupar e eu passei a língua do nariz até a testa, percorrendo o caminho que minha porra fez na cara dele, logo em seguida ele me beijou chupando minha língua ainda melada de porra, uns 4 min depois eu ainda estava de pau duro e ele também, então eu me deitei e ele se sentou no meu pau, cavalgando e gemendo, hora rápido e hora devagar, o pau dele balançava pra cima e pra baixo tão rápido quanto o saco dele batia em mim, não demorou e eu gozei de novo, depois, pra finalizar eu peguei aquele caralhão na mão e enfiei a boca nele, chupando, lambendo e punhetando enquanto chupava só a cabeça (coisa que adoro fazer e sempre faço quando chupo uma rola) até ele gozar. Nós nos levantamos e fomos ao banheiro tomar banho juntos e nos limpar, depois tiramos o lençol da cama, que estava suja de leite condensado e fomos dormir e já de manhã cedo, a campainha toca, o Robério estranha, pois ninguém sabia que nós estavamos lá e a família dele viajou pra fora do país. Eu me levanto e digo que vou atender a porta, pelado. Ele não entende e vai atrás de mim, com uma toalha que pegou. Quando abri a porta, era o Alex, chegando da viajem, deixou sua toalha cair, mostrando o pauzão. “Que pauzão enorme em? “ disse o amigo. De primeiro o Robério não entendeu, mas logo explicamos. Ele me pegou pelo braço e me levou à cozinha e falou “Que historia é essa? Te chamei aqui pra gente ficar a sós e poder se divertir. Não gostou da minha companhia?” “Eu amo ela, amo ficar cada minuto com você, amo quando você me fode e depois eu te fodo, mas só pensei em alegrar um pouco mais, não sabia que ficaria assim, foi mal então” eu disse, “Ok, não problema, você falando o quanto me ama que eu te foda, me deixa mais doido ainda por você” e eu “Olha, você não queria um ménage entre nos três? Então! Acho uma boa ser aqui, até porque podemos faz muito barulho e vai ser delicioso” ele adorou a ideia de um ménage, já que o outro não deu certo e falou “Faz um tempo que provei do pau dele e falando assim, é uma ótima ideia” e riu. Andou até o Alex e falou “Foi mal pela recepção cara. Eu não esperava ninguém aqui de supetão.” “Beleza, mano, só por conta que ele me chamou, ia sair com uns carinhas ai, mas já que o Leonardo me chamou pra cá, dei prioridades a vocês” disse o Alex, “Ótimo, tira essa roupa ai que a regra aqui é ficar nu com o pau de fora o dia todo, sem roupas aqui dentro, entendeu. Cê deve tá com fome, bora comer” e saiu rindo. Continua...

Contatar leonardo

Comentários 0

Nenhum comentário foi adicionado ainda