Meus desejos carnais por minhas primas

BR

429 hits ID #1715

Descrição

Essa história se passou a alguns anos atrás, quando comecei a ter desejos sexuais por minhas primas... A primeira delas foi a Camily (nome fictício), com quem mais tive intimidade e momentos Eu, na época tinha 15 anos e minha prima Camily 8… Ela era (e é ainda) uma delicinha… Morena, baixinha, olhos verdes, bundinha redondinha, bucetinha carnuda e lábios maravilhosos! Sempre tive muito tesão pela Camily, mas nunca tive coragem de fazer algo… No máximo ficava enconchando, passando o pau na bunda dela sem ela perceber… Ainda mais quando eu via ela com um shortinho rosa que mostrava a polpa daquela bundinha maravilhosa! Certo dia ela estava em casa, pois ela ficava aqui quando seus pais trabalhavam, ela com o shortinho rosa, sentada no sofá… Tomei coragem (aproveitei que estávamos sozinhos na sala) e tirei meu pau para fora para mostrar para ela… Ela olhou, me viu punhetar por uns 2 minutos, depois se virou, ficou de joelhos no sofá olhando pela janela, puxou o shortinho até o talo, deixando toda bundinha dela à mostra… Era um convite, me autorizando a passar a rola naquela bundinha, e assim eu fiz, fiquei uns 5 minutos passando a rola e apalpando aquele lindo bumbum… Até que o irmão mais novo dela apareceu e estragou tudo… Aquilo ficou na minha mente… Até que chega o grande dia… Ela estava aqui em casa como de costume, era à tarde, umas 14hrs, todos estavam dormindo, menos eu e a Camily… Ela estava no quarto deitada com todos, mas estava acordada… Fui, abri a porta e chamei ela, ela veio e a levei para meu quarto… Lá eu lhe disse: – Vou te mostrar de perto o que você viu aquele dia! Tirei meu pau para fora, ela arregalou os olhos, mas não recuou… Peguei a mãozinha dela e a coloquei sobre meu pau… Que delícia de mão… Macia… Ensinei ela a me punhetar, e que punheta maravilhosa! Em seguida pedi para ela chupar, ela resistiu no começo, mas consegui convencê-la… Ela começou lambendo a cabeça… Depois passou a língua por todo meu pau… Eu sempre guiando ela, até que ela (a pedido meu) abocanhou a cabeça do meu pau e começou a me chupar… No começo ela me machucou com os dentes, mas fui ensinando ela, que logo pegou o jeito… Naquele momento soube que aquela minha priminha era uma boqueteira de primeira… Depois de uns 10 minutos me chupando, pedi para ela tirar as calças… Ela estava com uma calcinha florida linda, aquela calcinha de criança me excitava mais… Tirei a calcinha dela, e mandei ela se deitar com as pernas abertas… Fui chupando aquela bucetinha bem gostoso e que buceta linda! Carnuda, lisinha, novinha… Via ela suspirar cada vez mais forte, percebi que ela estava gostando… Então mandei ela ficar de quatro… A bunda dela era meu prêmio principal… Redondinha, lisinha, durinha… Aquela moreninha me atiçava demais! Abri a bunda dela e chupei aquele cuzinho bem gostoso! Sentia ele piscar a cada chupada… Depois pedi para ela voltar a me chupar, e assim ela fez… E foi quando que eu lhe falei que ia espirrar uma coisa na boca dela, falei para ela que era o amor que sentia por ela… E então gozei naquela boquinha deliciosa… Ela engasgou e cuspiu tudo, quase vomitou… Achou que eu tinha mijado na boca dela… Expliquei para ela o que era e disse que aquele era resultado de tudo que estava sentindo por ela naquele momento e que era uma demonstração de amor… Depois de nos limparmos perguntei se ela havia gostado… Ela disse que sim, só não gostou muito do final! Mas ela logo ia se acostumar… Pois esse foi só o começo…

Comentários 0

Nenhum comentário foi adicionado ainda