ALINE DANDO O CU PARA VÁRIOS MACHOS

Localização desconhecida

309 hits ID #1862

Descrição

Ontem recebi um caralho monstruoso em meu cuzinho. E viajei de Maceió somente para isso, acredita? Sou puta vadia mesmo e por um caralho gostoso viajo e participo de festinhas com amigos e amigas. Sou Aline, solteira, 26 anos e moro com meu pais, no bairro do Tabuleiro em Maceió. Leia meus contos anteriores, pois tem meus contatos. Quando minhas amigas pernambucanas me chamam par as festinhas, digo a meus pais que vou para algum congresso universitário, pois eles nem imaginam o quanto a filhinha é puta e gosta de machos e caralhos. Geralmente nessas festinhas tem muitos machos mesmo, todos caralhudos e geralmente casados. E todos querem comer bundas, claro, pois em casa as esposinhas não dão o rabo. Cheguei na Sexta e fiquei na casa de Sílvia. No sábado fomos para um motel onde há anos fazemos nossas festas. Os maridos cornos das amigas sempre registram tudo para publicarmos em nosso grupo. Procure na internet por: ( Aline de Maceio casa dos contos ) e nos 3 primeiros itens tem muito sobre mim e amigas. Chegamos e soube que esse amigo estava louco para comer meu cu. Quando vi o tamanho e grossura, juro que pensei em desistir, mas se resolvi participar, agora era tarde. Fiquei de ladinho e o macho vem com esse tronco enorme. Encosta no meu cu e começa a forçar. Porra, só quem dá cu sabe da dor que senti. Dar o cu dói pra caralho esmo. E dói sempre. Tem de ser muito puta e vagabunda para dar o rabo mesmo. As amigas e amigos ficaram assistindo, admirado. Meu ânus se abria de forma impressionante, para conseguir engolir a cabeça grossa. Eu suava frio, mas sentia aquela coisa ir invadindo meu reto quente aos poucos. Logo o macho está com tudo entro e sinto a cabeça do pau pulsando na minha barriga. Era muito grande mesmo como podem ver nas imagens. Depois ele começa a socar sem dó, na frente de todos, fazendo-me gemer e chorar, com esse caralhos entrando e saindo too, em estocadas fortes. Eu me peidava demais, pois o cu estava arrombado e não dava para controlar mais nada. Os outros machos ficavam assistindo, com seus paus duros e sabendo que também iriam comer meu rabo, o dia todo. Depois o macho enche meu cu de esperma, tira o pau e fico assim, vazando leite quente pelo cu. Mas nem saí do canto, pois os cinco machos que assistiam também estavam querendo comer bunda. Mas o resto comigo e amigas foca para outra hora.

Comentários 0

Nenhum comentário foi adicionado ainda